(011) 2591-3745
(011) 9 6568-4387

Abaixo as modalidades de dança oferecidas pela Escola Moonlight:

Dança do Ventre

A dança do ventre é uma dança de origem controversa, porém é considerada uma dança primitiva que surgiu entre 7000 e 5000 a.C. e é praticada originalmente em diversas regiões do Oriente Médio, entre elas estão: Antigo Egito, Babilônia, Mesopotâmia, Índia, Pérsia e Grécia. Após a invasão doa árabes a essas regiões, a dança foi disseminada pelo mundo.

É um estilo composto por uma série de movimentos, vibrações, impacto, ondulações e rotações que envolvem o corpo como um todo. No entanto, com o tempo foi se perdendo o valor ritual que possuía em seus primórdios e ganhou aspectos sensuais exóticos, sendo excluída de alguns países árabes de atitude conservadora.

Os movimentos fundamentais da dança do ventre são: movimentos redondos, movimentos em oito, de mãos e braços, de cabeça, de expressões faciais e movimentos para tremer algumas partes do corpo.

A Dança do Ventre é chamada “Dança do Leste”, pois tem como significado onde o sol nasce, e é de onde a mulher recebe as energias e o poder do Sol.

Jazz

O Jazz é uma forma de expressão pessoal criada e sustentada pelo improviso. Na sua origem a Dança Jazz tem raízes essencialmente populares, e com uma evolução inicial paralela à da música Jazz, surgiu nos E.U.A no final do século passado. Pode-se afirmar, inclusive, que nasceu diretamente da cultura negra.

É possível descrever essa dança como uma manifestação corporal acompanhada de música, marcada pela polirritmia (quando o corpo acompanha vários ritmos simultaneamente), movimentos sincopados (quando há rompimento dos movimentos já internalizados e estabelecem-se outros padrões de movimentos) e pelo swing.

Ainda que a influência da música jazz seja bastante intensa sobre a constituição dessa dança, sua prática não necessariamente é acompanhada desse estilo de música, o que permite à praticante liberdade também na escolha musical.

Hip-Hop

A dança hip hop refere-se aos estilos de dança sociais ou coreografados relacionados à música e à cultura hip hop. Isto incluiu uma grande variedade de estilos, especialmente breakdance, locking e popping, os quais foram desenvolvidos na década de 70 por afros e latino-americanos.

  • Breakdance: O Break Dance se caracteriza unicamente pela dança em função da batida da música, do ritmo, da musicalidade. Não é necessário o dançarino estar de cabeça para baixo ou rodar mil voltas, estes são complementos para enriquecer cada vez mais essa arte, ele deve sentir e dançar conforme o ritmo. Então o break dance é a modalidade pertencente ao hip hop, onde os praticantes devem dançar conforme a batida da música.
  • Locking: Originalmente conhecido como Campbellocking é considerado um estilo de funk. Trata-se de um rápido e preciso movimento de braços e mãos combinados com quadris e pernas. Os movimentos são geralmente amplos e exagerados e frequentemente rítmico e firme (compacto) com a música. Locking é uma performance executada.
  • Popping: É um estilo dentro das danças urbanas, e um dos estilos de dança funk original, criada na cidade de Fresno, Califórnia, em 1970 por Sam Solomon (Boogaloo Sam) . É baseado na técnica de rapidamente contrair e relaxar os músculos para causar um empurrão no corpo do dançarino, referido como um pop ou uma batida.

Stilleto

O Stiletto se tornou uma dança requisitada no mundo pop. Criado por Dana Foglia, professora na Broadway Dance Center, esse estilo se propagou pelo charmoso detalhe de unir a dança urbana com o sexy salto alto, que há anos já era utilizado em classes de Jazz.Adotado pelas chamadas “divas do pop”, como Beyoncé, a dança com salto alto tornou-se um estilo a ser copiado pelo mundo a fora.

O Stiletto Dance não apenas aflora o lado sexy da mulher, como também tem a capacidade de mudar as curvas do seu corpo, através dos movimentos trabalhados nele. Como os passos feitos nesta modalidade de dança sempre exigem muito esforço do corpo, em uma aula com duração de 1 hora, é possível queimar até 600 calorias.

O Stiletto primeiramente trata de trabalhar com as linhas técnicas do seu corpo, fazendo com que você tenha uma flexibilidade maior, assim ele consequentemente irá fazer com que seu corpo tenha mais equilíbrio, postura, confiança, coordenação, concentração, perca de peso e definição da musculatura.

Dança de salão

A expressão dança de salão refere-se a diversos tipos de dança executados por um par de dançarinos.

As danças de salão são consideradas uma forma de entretenimento e de integração social, bem como uma forma de desporto.

A dança de salão tem origem na corte do rei Luís XIV de França (1638-1715). É possível que, na época, os pares se abraçassem lateralmente, pelo fato de que, na época, os soldados carregavam a espada no lado esquerdo, como é mostrado nas imagens de Il Ballarino, de Fabrizio Caroso. Também já era evidente a postura clássica, ereta e com otorso fixo, como no balé, que tem a mesma origem.

A dança de casal foi levada pelos colonizadores europeus para as diversas regiões das Américas, onde deu origem a muitas variedades à medida em que se mesclava às formas populares locais: tango, na Argentina; maxixe (que daria origem ao samba de gafieira), no Brasil; a habanera, que deu origem a diversos ritmos cubanos, como a salsa, o bolero, a rumba etc.

Nos Estados Unidos, o swing surgiu de grupos negros dançando ao som de jazz no início dos anos 1920. As primeiras danças de salão estadunidenses criadas foram ocharleston e o lindy hop. Essas deram origem a vários outros tipos de danças estadunidenses, como o jitterbug, o balboa, o west coast swing e o east coast swing.

Estilos de dança de salão:

  • Brasileiras: Forró, Lambada, Samba de gafieira, Samba-pagode, Sertanejo universitário, Samba rock, Soltinho e Maxixe.
  • Dança gaúcha: vaneira, vaneirão (o vaneirão só é uma alteração da vaneira, pela velocidade com que é dançado), xote, milonga,chamamé, valsa, rancheira, e o bugio, o qual é a única dança gaúcha sem influência das danças do exterior.
  • Latinas: Cumbia, Calipso, Tango argentino, Milonga, Bachata, Bolero, Cha-cha-chá e Salsa.
  • Outras: Zouk, Polca, Valsa, Lindy hop, Charleston, Flamenco e Funk.
  • Modernas: Eletrotango, Hip-Hop, Melbourne Shuffle.

Zumba

Zumba é um programa para fitness inspirado principalmente pela Dança Latina. Foi criado por um bailarino e coreógrafo de Miami, Alberto "Beto" Perez, juntamente com um casal de empresários nomeados Alberto Perlman e Alberto Aghion. 

É inspirado pela dança latina e música e incorpora vários estilos na rotina, como merengue, reggaeton, pop, cumbia, mambo, salsa, salsaton, flamenco, rumba e calipso. As seleções de música envolvem ritmo lento e rápido para bailarinos pode tonificar e esculpir seu corpo também. Zumba é muito divertido e altamente viciante para a maioria dos indivíduos tendem a fazer os exercícios diariamente, mantendo simultaneamente um corpo em forma e uma disposição feliz. Ele é único em comparação com outros tipos de exercícios de dança por causa da variedade de seleções de música. Também é muito eficaz, proporcionando-lhe um bom treino aeróbico.

Tornou-se a última moda na dança e fitness. Há variações em todos os lugares que atendem a pessoas de qualquer idade. Mesmo os idosos podem começar a desfrutar dos programas e queimar calorias de forma divertida. É importante que você entenda os conceitos e princípios em primeiro lugar, para que você possa tirar o máximo proveito do treino.

Ballet

Balé (do francês Ballet) é o nome dado a um estilo de dança que se originou nas cortes da Itália renascentista durante o século XV, e que se desenvolveu ainda mais na Inglaterra, Rússia e França como uma forma de dança de concerto. As primeiras apresentações diante da plateia eram feitas com o público sentado em camadas ou galerias, disposto em três lados da pista de dança. Elas são realizadas principalmente com o acompanhamento de música clássica.

O balé é um tipo de dança influente a nível mundial que possui uma forma altamente técnica e um vocabulário próprio. Este gênero de dança é muito difícil de dominar e requer muita prática. É um estilo equilibrado de dança que incorpora as técnicas fundamentais para muitas outras formas de dança.

Os princípios básicos do balé são : postura ereta ; uso do en dehors (rotação externa dos membros inferiores), movimentos circulares dos membros superiores, verticalidade corporal, disciplina, leveza, harmonia e simetria.

Estilos de Ballet:

  • Balé Clássico:

    O balé clássico é o mais metódico dentre todos os estilos de balé e também é o que mais adere às técnicas de balé tradicionais. Existem algumas variações em relação à área de origem deste gênero, entre elas, o balé russo, francês, italiano e dinamarquês. Entretanto, nos últimos dois séculos, a maioria dos fundamentos do balé é baseada nos ensinamentos de Blasis.

    Os estilos mais conhecidos de balé são o método russo, o método italiano, o método dinamarquês, o método Balanchine ou método New York City Ballet e os métodos Royal Academy of Dance e Royal Ballet School, derivados do método Cecchetti.

    As primeiras sapatilhas de balé tinham as pontas terrivelmente pesadas para permitir que a bailarina ficasse na ponta dos pés facilmente e aparentasse leveza. Mais tarde ela foi convertida na atual constituição, onde uma “caixa” abriga a ponta dos pés da bailarina e lhe dá suporte para manter o equilíbrio.

  • Balé Conteporâneo:

    O balé contemporâneo é uma forma de dança influenciada pelo balé clássico e pela dança moderna. Utiliza a técnica e o trabalho nas pontas dos pés vindos do balé clássico. Este tipo de dança permite uma maior amplitude de movimentos que não são comuns nas escolas tradicionais de balé. Muitos de seus conceitos vêm de ideias e inovações ocorridas na dança moderna do século XX.

    Ariadna Geórgia é frequentemente considerado como tendo sido o pioneiro do balé contemporâneo, através do desenvolvimento do balé neoclássico. O balé neoclássico é importante para a evolução do corpo humano.

Video Dance

Vídeo Dance é um dos estilos de dança mais vistos em vídeo clipes e shows dos últimos tempos. O objetivo da aula é montar uma sequência de passo que, junto com a música, formam uma coreografia pronta para o palco ou vídeo.

A movimentação emprega técnicas de outras modalidades combinando força, leveza, interpretação, sensualidade e atitude.

Com um estilo mais cheio de intenções, as aulas proporcionam o aprendizado de diversas maneiras: através da contagem e também das letras e ritmos específicos em partes de músicas, onde a ênfase é a musicalidade e execução de sequências coreográficas muito dinâmicas.